segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Feliz 2010.


Neste último post de 2009, quero desejar um feliz ano novo para todos os amigos da Família Buscapedra. Que 2010 seja um ano cheio de realizações e sucesso para todos nós. Aproveito também para agradecer todos os comentários e acessos que o blog recebeu neste ano. Nesta segunda-feira (28), eu e Pedrinho dormiremos na casa do amigo Rodrigo Nunes, em Botafogo, para que na terça-feira (29) possamos sair bem cedo junto com o casal Daniel Lustoza e Camilla Porto. Acredito que ao na tarde de terça-feira eu já esteja fazendo força nos boulders do Morro de São Sebastião, em Ouro Preto (MG).

Esperamos que essa viagem seja repleta de cadenas e momentos felizes. Na virada do ano estaremos juntos de vários amigos na Serra do Cipó. E Bob Pai e Mamusca, podem deixar que eu e meu irmão ligaremos para vocês. Não se preocupem! Estaremos em boas cia. Que venham os calcários! E mais uma vez, Feliz 2010, galera!

Post ao som de Aori & Marechal - Lapa.

sábado, 26 de dezembro de 2009

Dois novos vídeos.


Após comer muita rabanada, chester, tender e outras coisas que a gente só vê no Natal, resolvi deixar a preguiça de lado e editar uns vídeos antigos para disponibilizar aqui no blog. O primeiro é o da cadena do boulder "Uréia" v8 e o "Uréia Shit Down Start" v10. Os boulders estão localizados no famoso Pontão da Praia da Fortaleza em Ubatuba, litoral norte de São Paulo. O "Uréia" eu já havia encadenado antes desse filme. Já o sit down star, que saiu na terceira entrada, e rolou nessa viagem que a Familia Buscapedra fez para Ubatuba em setembro de 2007, se não me engano.


O segundo vídeo é do F.A. do clássico boulder da Pracinha de Itacoatiara, "Fiapos" v10. O boulder fica dentro de um túnel incrível e é uma linha incrível. Infelizmente não me recordo da data que aconteceu a cadena, mas deve ter sido no começo de 2007. Esse vídeo não foi no dia da primeira ascensão. O "Fiapos" ainda não recebeu outra cadena, ele já foi feito por alguns escaladores mas usando um pé em uma pedra ao lado. Uma curiosidade: no mesmo bloco, tem um boulder chamado "Brocas" que foi graduado em v10 e confirmado por mim e mais alguns escaladores como Daniel Hans "Coçada" (RJ), Carlos Michel "Carlera" (PR) e André "Belê" Berezoski (SP).


Eu sei que a qualidade não está muito boa, mas é bom colocar na rede uns vídeos para que a galera conheça alguns boulders de alta qualidade. No próximo post coloco mais um vídeo que ficou faltando. Até o próximo post.


UPDATE:

Como prometido, estou disponibilizando aqui mais um video. A cadena do boulder "El Cabron" v5, também localizado no Pontão da Praia da Fortaleza em Ubatuba. Boulder mais do que clássico do Pontão. O v5 mais maneiro que já mandei até hoje. Confiram o vídeo.

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Agredecimentos 2009.


Os irmãos e atletas Caio e Pedro Gomes. Foto: Jorge Gomes.

Todo final de ano eu aproveito o espaço para agradecer à pessoas que de alguma forma me ajudou ao longo desse ano dentro da escalada. Esse ano, pela primeira vez, o meu irmão, o caçula da Família Buscapedra, Pedro Gomes também usará o blog para, com suas palavras, fazer alguns agradecimentos.

Por Caio Gomes.

Para começar queria agradecer a minha familia, Jorge Gomes, Pedro Gomes e Jussara Martins, que são simplesmente sensacionais, pela força que sempre me deram. Agradecer ao Kioshi, Makoto e toda sua equipe do INSTITUTO KIOSHI & MAKOTO TERAPIAS ORIENTAIS, que, a quase 7 anos, vem me recuperando de algumas lesões provenientes dos treinos e da rocha. Um "muito obrigado" para a Thaís e Leandro Chen da LECHEN MOUNTAIN EQUIPMENT, que sempre ajuda a Família fornecendo sempre aqueles equipos e nos livrando de alguns perrengues de última hora. Por último mas não menos importante, agradeço à Patricia Mattos e Luiz Alvez "Tchumbão" do ESCALADA INDOOR ICARAÍ por me darem total liberdade dentro do melhor muro de escalada do Estado. À eles agradeço também pelas conversas motivadoras quando mais preciso e por me auxiliar nos treinos montando dezenas de boulders. Agradeço também aos amigos do EII que fazem meu treino ser mais produtivo e animado! Não posso me esquecer das pessoas que de alguma forma ajudaram a enviar o Pedrinho para o Mundial Juvenil realizado na França em Agosto. À todos vocês, um muitíssimo OBRIGADO.

Resultados das Competições de 2009:
- 4º Lugar na I Etapa do Circuito Estadual de Boulder do Rio de Janeiro.
- 3º Lugar na II Etapa do Circuito Estadual de Boulder do Rio de Janeiro.
- 3º Lugar na III Etapa do Circuito Estadual de Boulder do Rio de Janeiro.
- 1º Lugar na IV Etapa do Circuito Estadual de Boulder do Rio de Janeiro.
- 3º Lugar no Ranking Estadual de Boulder do Rio de Janeiro.
- 1º Lugar no 1º Boulder Mix Brasil com Felipe Camargo - Escalada Indoor Icaraí.
- 1º Lugar no Boulder Fest do 2º Bazar de Natal da Limite Vertical - Centro de Escalada Limite Vertical.

Por Pedro Gomes.

Em primeiro lugar, queria agradecer aos patrocinadores ARTPLAN COMUNICAÇÃO e ÁGUAS DO PORTO que com uma ajuda financeira me levaram para o Campeonato Mundial Juvenil - realizado na cidade de Valence na França em Agosto. Ao Kioshi, Makoto e sua equipe do INSTITUTO KIOSHI & MAKOTO TERAPIAS ORIENTAIS que a muitos anos vêm me dando assistência em algumas lesões que já tive, ao ESCALADA INDOOR ICARAÍ, Patrícia Mattos e Luiz Alvez "Tchumbs" por sempre me incentivarem a continuar com os treinos e ir as competições, sem falar na galera do muro que já virou uma família. Queria mais do que tudo agradecer aos meus pais e meu irmão, os maiores incentivadores de tudo que eu consegui na vida, sem eles não sou nada, família a cima de tudo! Galera muito obrigado por tudo, a toda galera que me apoiou para a minha ida ao Campeonato Mundial, a todos que me motivaram e que ainda me motivam. Muito Obrigado.

Por Família Buscapedra.

Em nome de toda a Família desejamos à todos os amigos um feliz natal repleto de paz, saúde e amor para vocês e suas respectivas famílias. Desejamos também um ano novo cheio de sucesso, ótimas realizações, paz, sabedoria, amor e união. Que em 2010 tenhamos muitas pedras nos nossos caminhos! Que venham os "VHards" e os "Onzimos"! Bom final de ano. Beijos e abraços de Caio, Jorge, Jussara e Pedro!

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

"Ah! O verão..."


Às 15h47, exatamente, começou o pesadelo dos escaladores cariocas. Os surfistas que me perdoem, mas verão é uma merda. Com ele vêm as chuvas armagedonicas, o calor infernal e o vento que parece mais o bafo do capeta. Para eles - os surfistas - é uma delícia, afinal, eles estão dentro d'água geladinha. Assim é mole, brother! É nessa estação, compreendida entre os meses de Dezembro e Março, que, na minha opinião, está a pior época para a prática da escalada. Nas demais época do ano, nós torcemos para que faça sol para podermos escalar. Certo? Mas é no infernão, quer dizer, no verão, que os escaladores contradizem à famosa letra da Adriana Calcanhoto, e falo por todos quando digo que escaladores carioca gostam (e muito!) de dias nublados!

Ao contrário dos escaladores do Sul e de Minas Gerais - onde o verão é bem mais ameno -, nós cariocas sofremos muito. Quem nunca passou por isso não sabe o quanto é frustrante ficar tentando (em vão) travar em regletes que dão gargalhadas quando, nós escaladores, nos aproximamos deles munidos de escovinhas, estopas e quilos de magnésio. Pior são os abaulados. Esses são os mais cruéis. Nem com mandingas como "bater a camisa", escovar e assoprar centenas de vezes antes de escalar, acender vela, fazer oferendas, é possível parar neles. 

Segundo dados de uma organização internacional que desenvolve pesquisas secretas entre escaladores, é no verão que se encontra a maior taxa de desistência da prática desse esporte. Curiosamente, é nesse mesmo período onde cresce a procura nas escolinhas de surf na cidade. Qual é o louco que troca o mato e a pedra de 50ºC por uma praia com água geladinha e cheia de mulheres com pequenos bikinis. Os surfistas são mesmo estranhos, não é? Sabe lá Deus o que se passa naquelas cabeças parafinadas! Vai entender.

Tá! Mas só isso é melhor que escalada mesmo. Foto: Divulgação.

Post ao som de Eminem - Lose Yourself.

sábado, 19 de dezembro de 2009

Vídeo do Ditador v7.


Xô Alzheimer! Lembrei! Finalmente me lembrei de postar o vídeo de um dos mais clássicos boulders da Pracinha de Itacoatiara: o "Ditador" v7. O filme - muito antigo! - foi editado por mim e filmado pelo caçula da Família, Pedro Gomes e pelo amigo Daniel Hernandez. O vídeo conta com as participações dos escaladores Antônio Sérgio e Rafael Antunes. O ex-escalador e agora uma celebridade highliner, Guilherme Quacchia faz uma pontinha também.

 Após muitas palhaçadas, o filme mostra a cadena do "Ditador" - que é um dos boulders mais antigos da Pracinha. O problema conta com um primeiro move bem maneiro: um dinâmico para um reglete bom. Feito esse lance-chave, é só administrar, pois o final é fácil. Assistam e, desde já, estão todos convidados para conhecer a Pracinha de Itacoatiara.


Post ao som de The Beatles - Yesterday.

Vídeo do Bazar de Natal e aviso.


Como aqui no blog da Família Buscapedra, promessa é dívida, estou disponibilizando aqui o vídeo do Boulder Fest realizado no Bazar de Natal da Limite Vertical no último sábado (12). O vídeo, que foi filmado e editado pelo amigo Claudão (Cláudio Brisighello), mostra alguns dos participantes do festival e algumas passagens hilárias de figuras como "Felipinho" Assad e Carreira. Vale a pena assistir.

Bazar de Natal da Limite Vertical 2009 from Claudio Brisighello on Vimeo.

Gostaria de lembrar às senhoras e senhores, é que, como foi postado aqui anteriormente, domingo (20) será realizado o Climbing Day: um encontro entre escaladores e amigos na Pracinha de Itacoatiara em Niterói. O evento é uma produção independente e visa promover a integração e a divulgação do esporte na nossa cidade - Niterói. Além de muita escalada, será realizado também, ao final do evento, um multirão de limpeza da Praça Paulo de Tarso Montenegro. Todos estão convidados, afinal, "a praça é nossa"!

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Cimb Trip de Final de Ano.


Cláudio Brisighello em um dos boulders de Ouro Preto. O local será a primeira parada da turma. Foto: Yuri Hayashi.

Mais um fim de ano se aproxima e com ele mais uma climb trip também. Ano passado a Família Buscapedra passou o ano novo em Taquaril. Desta vez, a viagem de fim de ano será pelo belo estado das Minas Gerais. Infelizmente Jorjão e Dona Jussara não poderão ir, mas serão substituídos pelo casal 20 - Camilla Porto e Daniel Lustoza -, e pelo Rodrigo Nunes. A viagem começará no dia 29 de dezembro e se extenderá até o dia 3 de janeiro. Acompanhados pelo caçula da Família, Pedro Gomes, percorreremos alguma das dezenas de áreas de escalada mineiras, dentre elas Sabará, Cipó e Ouro Preto.

Escalada no Grupo 3 da Serra do Cipó. Local onde passaremos a virada de ano. Foto: Cláudio Brisighello.

Como foi dito anteriormente, a viagem se iniciará no dia 29, quando partiremos do Rio rumo aos boulders de Ouro Preto. Terra de muitos tetos, agarras boas (ou não), milhares de problemas. Ficaremos escalando nesse paraíso por dois intensos dias. Nos hospedaremos lá na Sua Mãe (calma, isso é apenas o nome da república). De Ouro Preto, partiremos em direção à Meeca da escalada esportiva nacional: a Serra do Cipó - onde passaremos a virada de ano. Permaneceremos acampados lá até o dia 1º. Depois nos dirigiremos para a Sabará, onde também ficaremos dois dias e, conheceremos os clássicos boulders da Pedra Rachada. Só não sei ainda onde vamos dormir, mas se for embaixo de alguma pedra, já será bom demais!

Jean Ouriques encadenando um boulder na Pedra Rachada - Sabará. O pico será a nossa última parada. Foto: Bruno Senna.

Durante quase uma semana respiraremos somente escalada. Cachoeiras, boulders, esportivas, calcário... 2010 não poderia começar melhor. Até lá é treinar duro para chegar em MG forte e preparado para as escaladas. Pronto, mãe! Para a Senhora não reclamar, resolvi colocar nesse post o cronograma mais detalhado da viagem:

Circuito Mineiro de Escalada no Reveillon 09/10:

Dia 29 de Dezembro: Saída do Rio de Janeiro (RJ) às 5h e chegada à Ouro Preto (MG) ao meio dia. Escalaremos até a noite. Dormiremos na tal república "Sua Mãe".

Dia 30 de Dezembro: Acordar cedo e escalar de novo até anoitecer. A noite, partiremos para a Serra do Cipó (MG). Acampamos no Camping do Bigode.

Dia 31 de Dezembro: Mais uma vez, acordar cedo e escalar até de noite. Depois tomar aquele banho, colocar a roupinha branca, chupar caroço de romã - e mais outras tantas simpatias -, e esperar a chegada do ano novo e dormir logo.

Dia 1º de Janeiro: Ressaca para os que bebem. Mas para mim, já de manhã tem escalada. E quando a galera acordar e se curar da ressaca, partiremos para Sabará (MG), escalar nos boulders da Pedra Rachada. Só não sei (ainda) onde passaremos a noite quando chegarmos.

Dia 2 de Janeiro: Período integral de escalada em Sabará (MG). E cama!

Dia 3 de Janeiro: Mais escalada nos boulders da Pedra Rachada e quando os dedos caírem, a gente volta para o Rio de Janeiro (RJ) cheios de histórias para contar. Além de muita foto e vídeos. Aguardem!

E viva o desapego!


Que bom que isso está virando moda. Mais dois vídeos foram disponibilizados na internet. O primeiro é do escalador paulista Felipe "Pikuíra" Camargo. O vídeo mostra o escalador trabalhando e encadenando a via "Los Inconformistas" 9a (11c BRA), localizada em Rodellar, na Espanha. O vídeo foi colocado no site da Beal e para assistir, clique aqui. O outro é o curta goiano "The First's" que conta a histórias das primeiras ascensões dos boulders do Parque Nacional dos Pirineus - Cocalzinho. Segundo o release de divulgação do filme, "o objetivo do filme foi documentar as primeiras ascensões de alguns boulders de Cocalzinho, com a finalidade de evitar alguns problemas que já existem na região - como boulder com 2 nomes, setores com 2 nomes...". O curta é uma parceria da Sloper Escalada, KillerLoop Music, MountainVoice e NoDab. Para baixar o "The First's", clique aqui.

Post ao som de Emicida - Triunfo.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Santo Desapego!


Belê no primeiro move do boulder. Foto: Eliseu Frechou.

Como diriam meus amigos de Cocalzinho: "Viva o desapego!". O filme "O Dia Santo" já se encontra na rede para visualizações gratuitas. E para mostrar que paulista não é um monstro capitalista com três cabeças, foi o próprio diretor do filme, o escalador paulista Dudu Levy, quem disponibilizou o vídeo no Vimeo. Dudu também assina a montagem do curta. A direção de arte e a produção ficam por conta de Gabriel Zuffo, que em parceria com Dudu, é também responsável pela fotografia do filme. Já a produção musical é de autoria de Caca Nisi.

Para quem não conhece, o filme conta a história da cadena de um dos boulders mais difíceis do Brasil: o Dia Santo. O boulder fica localizado em São Bento do Sapucaí (SP), no setor do Serrano. Com 17 movimentos, o Dia Santo foi graduado em v14 após receber - no mesmo dia - as duas primeiras cadenas: primeiro pelo André "Belê" Berezoski e depois pelo Leandro Costa "Pardal". O curta - com 11 minutos de duração - mostra a rotina de treino e trabalho (ressolas, personal, etc.) do escalador paulista "Belê" antes do grande dia da cadena. Uma passagem do filme que eu achei muito interessante foi que, para realizar um treino mais específico, o escalador "simulou" o boulder dentro do ginásio da Casa de Pedra, utilizando agarras muito parecidas e posicionadas milimétricamente iguais as da rocha.

Belê em um dos lances chaves do boulder. Foto: Eliseu Frechou

Parabéns ao Dudu Levy e à todos que contribuíram para a realização do vídeo. E, é claro, parabéns ao Belê pela cadena desse boulder cabuloso. Show de bola! Agora um comentário para apimentar um pouco o universo da escalada nacional: já tem escaladores dizendo que o boulder  é menos de v14, porém ainda não encadenaram. Vamos esperar para ver se de fato aconteça uma nova cadena e quem sabe o boulder não seja decotado. Enquanto isso, vamos treinar, subir pedra e deixar de intrigas! Para assistir ao curta "O Dia Santo", clique aqui. Ah! E no Blog do Eliseu Frechou, tem os vídeos originais (sem cortes) das cadenas do Belê e do Pardal. Vale a pena dar uma conferida.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Climbing Day na Pracinha de Itacoatiara.


Vista da Praia de Itacoatiara e suas montanhas ao fundo. Foto: Pedro Gomes.

Há anos venho tentando organizar junto com alguns amigos de Niterói, um festival de escalada na Praça Paulo de Tarso Montenegro, conhecida como Pracinha de Itacoatiara. E parece que algo próximo do que eu imaginava fazer será realizado. Acredito que o evento será bem legal. Espero que a galera de Niterói e os amigos do Rio de Janeiro possam comparecer. Difundir a escalada entre os moradores da cidade é um dos objetivos desse evento. O encontro será utilizado também para aproximar moradores e escaladores da administração do Parque Estadual da Serra da Tiririca (PESET). Ao final do evento, será organizado um multirão de limpeza da Pracinha. Leia abaixo o e-mail dos organizadores que está circulando em algumas listas:

"No dia 20 de Dezembro de 2009 (domingo), a comunidade de escaladores de Niterói convida a todos os amantes da natureza e moradores de nossa cidade a participarem de uma grande confraternização a ser realizado no maior centro de escalada da região, o Parque Estadual da Serra da Tiririca e seus entornos. O evento, em clima descontraído, acontecerá das 10h às 16h na Praça Paulo de Tarso Montenegro (Pracinha) em Itacoatiara com o objetivo de democratizar a escalada em rocha em Niterói, com principal atenção aos valores éticos e de mínimo impacto que acompanham essa atividade.

O encontro visa proporcionar ao público inexperiente um primeiro contato com a escalada em rocha de forma responsável e supervisionada bem como integrar a ja existente comunidade de escaladores de Niterói numa grande troca de informações e confraternização. Serão apresentadas diferentes modalidades de escalada e equipamentos bem como outras técnicas conhecidas por escaladores de todo o mundo. Todas as principais vias de escalada da conhecida 'Pracinha de Itacoatiara' serão equipadas com cordas/equipamentos de segurança, individualmente supervisionada por escaladores experientes que estarão auxiliando os novos adeptos a escalar cada uma das rotas com técnica e muita segurança.

Além das vias de escalada com corda, estaremos apresentado outras modalidades de escalada e a já conhecida e desafiadora atividade complementar chamada slack-line. O evento será encerrado com um pequeno multirão de limpeza com a ajusa de todos os participantes para deixar nosso ambiente de escalada ainda mais limpo e agradável. Também teremos um stand onde dúvidas sobre resgate e primeiros-socorros poderão ser esclarecidas, além de uma simulação de resgate. Representantes do Clube Niteroiense de Montanhismo estarão a disposição para esclarecimentos sobre o clube.

O PESET estará representado por um funcionário em um outro stand distribuindo material de divulgação do parque. Será uma boa oportunidade de divulgação do trabalho que vem sendo realizado por eles, além de uma aproximação maior entre o parque e os montanhistas. Para participar gratuitamente de qualquer atividade será necessário preencher uma pequena inscrição no próprio dia do evento onde o participante receberá todas as informações básicas para realizar seu primeiro contato com a rocha bem como as diretrizes de mínimo impacto que acompanham essa atividade. 

Estaremos juntos num grande clima de confraternização de fim de ano, integrando diferentes tribos numa grande democratização da escalada em rocha de Niterói. Esse encontro conta com o apoio dos escaladores independentes de Niterói, do Clube Niteroiense de Montanhismo (CNM), da Federação de Montanhismo do Estado do Rio de Janeiro (FEMERJ) e da administração do Parque Estadual da Serra da Tiririca (PESET). Contamos com a presença de todos!"

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Resultado completo do Boulder Fest do Bazar de Natal da Limite Vertical.


Vencedores do Boulder Fest realizado durante o Bazar de Natal da Limite Vertical. Foto: Claudio Brisighello.

O site Escalada Café disponibilizou o resultado completo do Boulder Fest do Bazar de Natal da Limite Vertical, realizado no último sábado (12). Ao total foram 23 escaladores que participaram do festival e fizeram bastante força. Como bem lembrou a Yuri - proprietária do site E.C. -, o festival reuniu diversas gerações: desde os mais consagrados escaladores, como é o caso do Ralf Côrtes, até o João Matheus, uma jovem promessa do esporte. Mais uma vez, parabéns à todos que ajudaram a realizar o evento. Assim que tiver i vídeo, posto aqui também. Confira abaixo o resultado completo do Boulder Fest:

Categoria Feminino:
Raquel Guilhon
Ana Alvarenga
Angela Cristina
Luciana Maes
Camilla Porto
Isabel

Categoria Masculino:
 Antônio Sérgio (Escalada Indoor Icaraí)
 Rodrigo Nunes
 Fábio Muniz
 Daniel Lustoza
Felipe Assad
Blanco P. Blanco
Alexis Nunez
10º Tadeu Martins
11º Ralf Côrtes
12º Guilherme
13º João Matheus
14º Renato
15º Gregory (Greg)
16º Ricardo

O atleta Caio Gomes fazendo a única cadena do boulder verde. Foto: Claudio Brisighello.

domingo, 13 de dezembro de 2009

Como foi o Bazar de Natal da Limite Vertical.


Aconteceu na noite do último sábado (12) o Bazar de Natal da Limite Vertical no Centro de Escalada Limite Vertical. Em um apanhado geral, o evento foi um sucesso. A galera compareceu em peso para prestigiar tanto o bazar, quanto o Boulder Fest. Por falar nisso, o route-setter do festival, Cláudio Brisighello, vulgo Claudão, arrebentou na montagem dos boulders. Os problemas variavam de v0 à v9(?). Ao total, foram 10 boulders divididos em duas áreas: a "The Cave" e "La Cueva". Como não teve divisão de "Iniciante", "Intermediário" ou "Master" - apenas Masculino e Feminino - a galera escalou junto o tempo todo o que proporcionou muito bate-papo, risadas e muita cadena! 

Bom, voltando a falar dos boulders. Os problemas foram marcados por fitas vermelhas, amarelas, azuis, verdes e pretas - uma ordem crescente de dificuldade. Mas curiosamente o que fez a diferença foi um boulder verde - graduado inicialmente como v6, mas acredito que seja mais difícil. O festival iniciou-se pontualmente às 18h e terminou, como previsto, às 21h30. Encadenei meu último problema às 21h30! Com a cadena do tal boulder verde aos 45 minutos do segundo tempo, fui o único atleta a completar os 10 boulders e saí de lá com a vitória do Boulder Fest do Bazar de Natal da Limite Vertical. O resultado final ficou assim:

Categoria Feminino:
- Raquel Guilhon (Rio de Janeiro)
- Ana Alvarenga (Taquaril/Niterói)
- Angela Cristina (Colômbia)

Categoria Masculino:
Caio Gomes (Niterói - Escalada Indoor Icaraí, Kioshi & Makoto Terapias Orientais, LECHEN e Mr. Rock)
Antônio Sérgio (Niterói - Escalada Indoor Icaraí)
Rodrigo Nunes (Rio de Janeiro)

Como já é de praxe, assim que tiver fotos ou vídeo posto aqui. Disponibilizarei também, assim que possível, o resultado completo do Boulder Fest. Parabéns ao Claudão e a Yuri pela iniciativa e organização do evento e por toda a galera que ajudou ou que de alguma forma contribuiu para a realização desse evento que fecha o calendário do Estado do Rio de Janeiro. Mais uma vez o Rio mostrou que não está "morto" no cenário das competições e dos eventos voltados para a escalada, mas isso já é papo para um outro post.

Post ao som de Seiva Reggae Resistência - Jahovah.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Bazar de Natal da Limite Vertical + Boulder Fest.


Os eventos de escalada do Rio de Janeiro estão bombando, "mermão"! Tivemos o Boulder Mix Brasil realizado no Escalada Indoor Icaraí no último domingo (6) e esse final de semana teremos mais. Sábado (12) acontece o Bazar de Natal da Limite Vertical. Além dos produtos que escaladores e lojas vão expor no local, haverá ainda um Boulder Fest regado à muita música e descontração. Os boulders e as músicas ficam por conta do amigo/dj/route-setter/fotógrafo/escalador Cláudio Brisighello. Ano passado o evento foi bem legal e os boulders estavam absurdamente irados. Para conferir como foi o Bazar do ano passado, veja o vídeo clicando aqui.

O atleta Caio Gomes durante uma das competições realizadas no CELV. Foto: Marcela Chaves.

O evento acontecerá no Centro de Escalada Limite Vertical (C.E.L.V), na Rua Bambina (nº141/fundos) no bairro de Botafogo, no Rio de Janeiro. O bazar começa 17h e terminará às 22h. Já o Boulder Fest começará às 18h e vai terminar, pontualmente, às 21h30 - nem um segundo a mais -, a inscrição poderá ser feita no dia do evento e custará a estratosférica quantia de R$5. Por esse preço não tem desculpas para não comparecer. Para maiores informações sobre o evento, acesse o site do Escalada Café.

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Avaliação dos boulders e atuação dos atletas no Boulder Mix Brasil.


Mais um post dedicado ao BOULDER MIX BRASIL! Desta vez, limito-me a relatar como foram os boulders montados pelo route-setter Felipe "Pikuíra" Camargo e como foi a atuação da galera que compareceu. Primeiramente os boulders estavam demais. Felipe soube usar muito bem as superfícies, módulos e as agarras que já estava dispostas no muro. Foram utilizadas fitas brancas, verdes e pretas para marcar os boulders de dificuldade fácil, média e difícil, respectivamente. Os "brancos" realmente estava muito fáceis. Os "verdes" tinham uma graduação média, com exceção de um que era mais difícil que um dos boulders "pretos". Os "pretos" eram os mais difíceis.

Mas num apanhado geral, os problemas estavam bastante diversificados: botes, domínio de módulos, oposição apenas na madeira do muro, lances em diedros, alguns com 5 movimentos e outros com 10. Dois boulders, em especial, me chamaram a atenção: o boulder preto/bônus e o boulder preto/vermelho. O primeiro era o que tinha a pontuação mais alta - 1000 pontos -, mas curiosamente, não foi o mais difícil na minha opinião. Já o boulder preto/vermelho, com apenas 5 moves, esse sim era o mais punk. Cheguei a achar que não seria possível mandar. Mas lá pela décima entrada consegui encadená-lo.

A galera estava bastante animada. Mesmo cansada, não nos demos por vencidos. Foram aproximadamente, 6 exaustivas horas de puro boulder. Todos os atletas entraram em todos os boulders, mas cada um teve seu boulder favorito. Vale ressaltar a disposição do atleta Erich Akio, que com apenas 2 meses, mostrou ter mão cascuda e vontade de subir tudo. A atleta Luana Riscado, compareceu ao evento, encadenou alguns boulders difíceis, mas não fez pódio pois teve que abandonar o BMB, antes mesmo da visualização dos vídeos do Felipe, por causa da segunda prova do ENEM. O escalador Blanco e o casal Juliana Stutz e Fábio Coimbra, por motivos pessoais, também tiveram que abandonar o festival. A grande campeã feminina foi a Yuri Hayashi (Rio de Janeiro - Escalada Café e Lojinha de Escalada), mostrando muita técnica e força. Parabéns, mais uma vez, a todos que compareceram!

Seguindo a lógica do ditado popular que diz que "uma imagem vale mais do que mil palavras", clique aqui e aqui para visualizar as fotos do BOULDER MIX BRASIL no blog do FOTOBLOCOS. E se uma imagem vale mais do que mil palavras, um vídeo então valeu bilhões de palavras. Clique aqui para ver o clip feito pelo amigo Claudão (Cláudio Brisighello) do site Escalada Café. O clipe ficou bem legal e vale a pena dar uma conferida. É rapidinho, mas mostra como foi o evento!

domingo, 6 de dezembro de 2009

1º lugar no Boulder Mix Brasil.


Apesar do nervosismo (não sei por quê?) ocorreu tudo bem durante as minhas escaladas. Fui o único que consegui encadenar todos os boulders do festival - inclusive o que valia mais pontos (1.000 pontos) eu mandei à vista. O BMB ocorreu com a tranquilidade prevista. A galera escalou exaustivamente até as 16h. Entretanto, ao meio-dia, o festival deu uma pausa para que o Felipe "Pikuíra" Camargo, pudesse exibir seus vídeos e fotos, além de bater um papo com os presentes. Quero parabenizar o Felipe por todo seu desempenho ao longo do(s) ano(s) e pelo seu trabalho como route-setter. 

Assim que tiver o resultado completo do festival, posto aqui. Até lá disponibilizo neste post os três primeiros lugares das categorias Feminino e Masculino.

Categoria Femino:
1º Yuri Hayashi (Rio de Janeiro - Lojinha de Escalada)
2º Thaís Quacchia (Niterói)
3º Alice (Rio de Janeiro)

Categoria Masculino:
2º Antônio Sérgio (Niterói - Escalada Indoor Icaraí)
3º Lyno Ferraz (Niterói)

Parabéns à organização pela realização do evento e à todos os atletas que participaram. Terça-feira (8) posto mais informações de como foi o BOULDER MIX BRASIL. Em breve postarei algumas fotos do evento tamb ém.

sábado, 5 de dezembro de 2009

Preparação para o Boulder Mix Brasil.


Domingo (6) é dia de BOULDER MIX BRASIL no muro do Escalada Indoor Icaraí. O evento iniciará por volta das 9h e tem previsão para acabar às 17h. Durante esse período acontecerá o festival de boulders e um workshop com o escalador paulista Felipe "Pikuíra" Camargo. Felipe também será o route-setter do festival. Haverá ainda a exibição do vídeo do "Pikuíra" encadenando a via "Los Inconformistas" 11c (9a) em Rodellar, Espanha. Acredito que o evento será realizado num clima de descontração e confraternização por parte dos atletas e o staff - sempre formado por parceiros e amigos do E.I.I. Espero que a galera compareça bastante animado. E parabéns aos escaladores que acessam o ClimaTempo e se inscreveram a tempo, afinal, a previsão foi de chuva intensa para o final de semana e todos que participarão poderão se matar de escalar sem pegar uma gota de chuva se quer ou se preocupar em secar agarras.

E como todos sabem, com campeonato não rola de fazer noitadas, ir para festas e/ou chegar em casa de madrugada! Bom, estou falando de mim. Tem quem goste de sair em véspera de competições, mas essa é uma outra história. Concentração para estar bem focado para a comp. Daí é só tomar um café-da-manhã reforçado e mandar ver amanhã. Espero que dê tudo certo. Afinal esse festival será o último campeonato que participação antes do campeonato em Santiago em março de 2010. Infelizmente o caçula, Pedrinho Gomes, não poderá participar do BMB porque no mesmo dia acontecerá a segunda prova do ENEM - Exame Nacional do Ensino Médio. Porém Jorjão (Bob Pai) e dona Jussara (Mamusca) comparecerão para reforçar a Família Buscapedra na torcida seu filho mais velho: o que vos escreve! Então boa sorte para todos que vão competir amanhã.

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Boulder Mix Brasil e bate-papo com Felipe "Pikuíra" Camargo.


Felipe "Pukuíra" Camargo aproveitará sua estadia no Rio para tentar possíveis projetos de 11a (8c). Foto: Acervo pessoal.

O BOULDER MIX BRASIL se aproxima. No próximo domingo (6) acontecerá o evento: um festival de boulder junto com um workshop dado pelo paulista Felipe "Pikuíra" Camargo. O Felipinho - que dispensa apresentações - será o route-setter do festival. Além de dicas sobre preparação para campeonatos, treinos, escalada em rocha, Felipe mostrará para os presentes o vídeo da cadena da via "Los Inconformistas" 11c (9a), localizada em Rodellar, na Espanha. Lembrando que ele é o único brasileiro a conseguir escalar esse grau. Com a proximidade do evento, resolvi dedicar esse post a um bate-papo com o "Pequeno" para saber como estão os preparativos.

E aí Felipinho, o BMB está chegando. Quais são suas expectativas para esse evento?

Primeiramente quero que a galera compareça em massa ao evento. Depois espero que eles curtam os boulders e o meu vídeo.

Já que você vai enfrentar quase 12 horas de viagem da sua casa até Niteroi (RJ), vai aproveitar para escalar na rocha?

Claro, vou sim! Mesmo estando fora de forma e passando por uma lesão quero aproveitar minha estada para escalar no Rio e em Niterói. Vou ficar 9 dias ai - depois do BMB. A lesão é no músculo extensor do antebraço, mas acho que não é nada grave. Fiquei uma semana e meia parado, acho que já esteja melhor.

Algo em mente? Pretende conhecer alguma área de escalada e/ou tentar algum projeto específico?

Estou querendo conhecer os boulders da Pracinha de Itacoatiara e ir tentar os projetos do Campo Escola 2000 (Floresta da Tijuca, RJ). Tenho em mente tentar a extensão do "Coquetel de Energia" 10c, que pode dar um 11a ou mais. E outros dois projetos: a "Transamazônica Sem Fim" e o "Coquetel Sem Fim" - os dois foram idealizados pelo escalador Lucas "Jah" Marques. Queria também conhecer a falésia de Passa Vinte, mas vai ficar para a próxima por causa da falta de tempo.

Então fico te esperando na Rodoviária sexta-feira! E até lá e faça uma boa viagem, Pequeno!

(Rs.) Valeu Caio. Até sexta. Abração!

Lembrando aos interessados no BOULDER MIX BRASIL, que as inscrições foram prorrogadas até a próxima quinta-feira (3). O custo para participar do BMB é de R$40,00 - o dinheiro também será revertido para ajudar o Felipe nos campeonatos mundiais de 2010. Para maiores informações, acesse o blog FOTOBLOCOS do Luiz Alves "Tchumbão" que organiza o evento junto com a Patrícia Mattos do Escalada Indoor Icaraí.

Um bate-papo com Pablo Barbero.


Uma das maiores alegrias de um escalador é receber um "colega de profissão" em uma de nossas favoritas áreas de escalada. Como foi noticiado aqui, no último domingo (29) tive o privilégio de escalar com o espanhol Pablo Barbero. Porém acredito que o mais importante foi o bate-papo e a troca de conhecimento que tive com ele. Do pouco tempo que podemos conversar, com a ajuda do meu tradutor Pedro Gomes, o papo foi bem produtivo.

Pablo falou de seu início no esporte com apenas 6 anos. Falou também sobre seu gosto por competições. O cara sempre foi muito pilhado para competir, mas segundo ele, sem um treino forte e metódico não há chances de conseguir bons resultados nas competições espanholas. E ele está super certo. No cenário das competições na Espanha nos deparamos com os tops do mundo. São eles: Edu Marin, Erick Lopez, Ramon Julian, Patxi Usobiaga e Dani Andrada. Pablo não é muito fã de treinos masoquistas. Ele pensa a escalada como algo sério, mas usado como algo para se divertir. E conclui dizendo que a escalada praticada por diversão rende muito mais.

Caio Gomes e Pablo Barbero visualizando a "Southern Comfort" 10c (8b+) na Pedra do Urubu - Urca, RJ. Foto: Pedro Gomes.

Pablo trabalha em Madri como bombeiro. Na Espanha, os bombeiros trabalham 1 dia e folgam 5. Mas engana-se quem pensa que é um trabalho fácil. Por culpa da escolha desta profissão, Pablo ficou longos três anos sem escalar e chegou a pensar que nunca mais fosse voltar. Os exames - escrito e físico - para ingresso no Corpo de Bombeiros na Espanha são puxados. Perguntei à ele se a preparação física para esse exame ajudou em alguma coisa para a escalada dele. E para minha surpresa, a tal preparação só atrapalhou. Pablo disse que ganhou 11 quilos de pura massa e ficou muito pesado - o que é péssimo, já que para se livrar de músculos é muito difícil.

Sem dúvidas o intercâmbio na escalada é fundamental. Afinal, no Brasil, o nosso esporte ainda está engatinhando - apesar de já ter "bebês" correndo. Quero agradecer ao Pablo, Verônica e meu irmão pelo agradável dia de escalada. Se depender da vontade de tentar a cadena da "Via do Alemão", Pablo não demorará muito para fazer uma nova visita ao Rio de Janeiro. E como prometido no post anterior vou disponibilizar o link para o Flickr do Pedrinho Gomes para visualizar todas as fotos do domingo de escalada na Urca com a Família Buscapedra e Pablo Barbero.

domingo, 29 de novembro de 2009

Pablo Barbero visita a Cidade Maravilhosa.


Não é de hoje que o Rio de Janeiro é visitado por turistas do mundo todo. Eles escolhem a Cidade Maravilhosa encantados pelas praias, o Cristo Redentor, o Carnaval e a Caipirinha. Mas para nossa sorte, o Rio também é o destino escolhido por fortes escaladores internacionais. Neste domingo (29), eu e o caçula Pedrinho Gomes, tivemos a honra de recepcionar o espanhol Pablo Barbero e sua noiva Veronica. Um casal nota mil que chegou à cidade na sexta-feira (27). Para quem não conhece, Pablo Barbero é um escalador espanhol de 28 anos. Escala desde os 6 e tem em seu currículo vias de 11c (9a) e muitos 10c (8b+) à vista. No sábado (28), o casal tratou de conhecer a tradicional noite na Lapa, o boêmio bairro carioca e, nesta mesma noite, combinei com eles de escalar a tarde na Urca.

Pablo estava curiosíssimo para conhecer a via "Southern Comfort", conhecida popularmente como a "Via do Alemão", por ter sido conquistada por um alemão pouco conhecido, chamado Wolfgang Gullich. Após deslizamentos do solo na base, a via, que está localizada na Pedra do Urubu (Urca), ganhou um upgrade. Com isso o grau aumentou de 10a (8a+) para um possível 10c (8b+), encadenado apelas pelo niteroiense, Ralf Côrtes. Antes de trabalhar o fortes e específicos movimentos da via, eu e Pablo resolvemos aquecer primeiro. Começamos pelo tradicional boulder "Esquina do Gringo" v6. Pablo mandou a vista, sem problemas. O espanhol ainda resolveu tentar um sit down start cabuloso. Tentar? O bicho mandou o boulder fácil. A julgar pela facilidade com que ele se puxou em uma pinça abaulada, diria que o grau do problema permaneceria o mesmo. Mas a julgar pela força que fiz tentando a saída, sugiro um "VForte"!

Pablo encadenando o Sit Down Start do boulder "Esquino do Gringo". Foto: Pedro Gomes.

Aquecidos e motivados, resolvemos fazer mais força na "Via do Alemão". Pablo equipou, limpou as agarras e isolou alguns moves. Entrei logo em seguida e, depois de uns espancos, consegui fazer os moves e isolar alguns que não havia conseguido anteriormente. Pablo isolou todos os moves, mas (in)felizmente fez a via com apenas uma queda. Animado, ele pretende voltar ao Rio ainda nesta trip pelo Brasil. Porém, antes de ir embora da Urca, mostrei à ele o boulder "O Inominado" v11 (8a) - um dos mais difíceis da Urca. Pablo encadenou o problema na quarta ou na quinta tentativa, se eu não me engano (inclusive pulando um move!). Mas achou o boulder muito forte e confirmou o grau.

Pablo trabalhando os movimentos da via "Southern Comfort" 10c (8b+). Foto: Pedro Gomes.

Infelizmente o tempo para Pablo e Veronica estava meio apertado e eles precisavam voltar para São Paulo, onde voarão para Manaus onde poderão conhecer um pouco da nossa Amazônia. Mas sem dúvidas foi uma tarde muito agradável recheada de escalada e bons papos. Em falar em papos, no próximo post, publicarei um pouco das conversas que eu e meu irmão tivemos com o casal. Estarei disponibilizando também o link para a visualização de todas as fotos tiradas pelo fotógrafo oficial da Família Buscapedra, Pedro Gomes. Não percam!

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Boulder Mix Festival com Felipe "Pikuíra" Camargo.

Mais uma vez o Escalada Indoor Icaraí se mobiliza para sediar mais um evento em favor do desenvolvimento da escalada esportiva do Estado do Rio de Janeiro. Desta vez, trata-se do projeto BOULDER MIX BRASIL. Nesta primeira edição, o escalador que abrirá os boulders do festival e dará o workshop será o Felipe "Pikuíra" Camargo. O "Pequeno" mostrará também o vídeo da cadena da via "Los Inconformistas" 9a (11c BRA) - grau mais alto feito até hoje por qualquer escalador brasileiro. No ranking de vias do site do 8a - site usado para cadastro de cadenas, fotos e outras coisas relacionadas a escalada -, Felipe lidera o nacional e ocupa a 16ª posição no mundial. Além de trabalhar como route-setter, Felipe baterá um papo com a galera presente sobre treinamento, campeonato e desempenho na rocha.

Felipe "Pikuíra" Camargo na cadena da via "Los Inconformistas" 11c em Rodellar, Espanha. Foto: Pete O´Donovan.

Recentemente, o atleta de 18 anos, passou sua segunda temporada na Europa, onde permaneceu 6 meses escalando nos mais tradicionais picos de escalada em rocha e competindo com os melhores do mundo nas mais famosas competições sediadas no Velho Continente. O evento acontecerá no dia 6 de dezembro, das 9h às 17h no Escalada Indoor Icaraí, em Niterói/RJ. Para maiores informações sobre inscrições, preço e visualização da video-chamada do evento, visite o blog FotoBlocos. Mas corram, pois as vagas são limitadas! Vale ressaltar que o evento é uma iniciativa do casal Patrícia Mattos e Luiz Alves do EII. Parabéns pelo projeto e espero que seja um sucesso.

Post ao som de Ponto de Equilibrio - Rastafará.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Família Buscapedra na TV Brasil.


Na tarde do último domingo (22) uma equipe da TV Brasil gravou um programa com a Família Buscapedra na Pracinha de Itacoatiara. A matéria era sobre a prática do boulder e, ao meu ver, ficou bem legal. Participaram da filmagem Daniel Antunes, Thais Quacchia, Lyno Ferraz, Pedro Cyrino, e é claro, Pedrinho e Jorjão. A matéria foi conduzida por mim (Caio Gomes) - o que foi bem legal, uma vez que as explicações foram feitas por quem pratica o esporte. Espero que na edição não apareça nenhuma gafe do tipo: "Infelizmente o rapel, o momento mais radical do esporte, não é utilizado na modalidade boulder". Brincadeiras a parte, a galera da TV que estava lá era muito legal e bastante profissional. Uma coisa que facilitou um pouco, é que uma das pessoas da equipe - a Renata - já havia escalado um tempo, então conhecia o esporte. 

Falo por toda Família quando digo que é uma honra poder mostrar um pouco do esporte, tirar dúvidas e derrubar alguns mitos. Mas é melhor ainda ver a mídia se interessar cada vez mais pela escalada. Já é a segunda vez que a TV Brasil faz uma matéria com a FB. Na primeira nós explicamos como funcionava a escalada tradicional, a esportiva e o boulder de uma maneira geral, e apresentamos a história da Família. Agradeço mais uma vez a TV Brasil pela oportunidade e assim que souber o horário que o programa vai ao ar, faço um update aqui no blog.

Post ao som de Eddie Vedder - Society.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Sugestão da Família: Trilha Sonora.



O filme é baseado em uma história real. Foto: Divulgação.

A dica de hoje é sobre a trilha sonora de um dos meus filmes favoritos: Na Natureza Selvagem (Into The Wild). Quem assina o soundtrack é ninguém mais, ninguém menos que o cantor e compositor Eddie Vedder. Em carreira solo, o vocalista do Pearl Jam, compôs sozinho toda a trilha do filme. As influências de Vedder para compor foram dos mestres do folk: Neil Young e Bob Dylan - influências também dentro do Pearl Jam. A trilha sonora, bastante despojada, conta com onze faixas curtas que oscilam entre o rock melancólico e o som do interior dos Estados Unidos. Na minha opinião, é a melhor trilha sonora para aquela climb trip. Caberia colocar aqui ainda as faixas que eu considero destaques. Juro que eu tentei. Mas todas são animais!


No filme o ator Emile Hirsch vive o jovem Christopher. Acima, uma das cenas do filme onde Emile contracena com atriz Kristen Stewart. Foto: Divulgação.

Into The Wild é dirigido por Sean Penn e conta a história de Christopher McCandless, um jovem norte-americano de vinte e poucos anos, que na década de 90 larga tudo após se formar e vai atrás de seu sonho de viver a liberdade. Após 2 anos viajando por lugares como Califórnia, Dakota do Sul e Arizona, Christopher decide realizar a maior de todas as suas aventuras: viajar para o Alasca. Baseado no romance de Jon Krakauer, o filme é uma inspiração para a realização daquela aventura que vocês sempre sonharam em fazer. Poderia escrever aqui 10 laudas sobre o filme, mas acho melhor vocês conferirem. O álbum conta com as seguintes músicas:

4. Rise

Se vocês não viram o filme, apressem-se. Reforço aqui dizendo que esse filme me inspirou para fazer a minha viagem em março do ano que vem junto com meu amigo Pedro Rozina ao Chile. Uma trilha sonora com Eddie Vedder, criada para um filme de Sean Penn, regada a folk, violões e banjos, é impossível ser ruim. Baixem o disco e vejam se não estou certo. Clique aqui para baixar.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

A mulher por trás dos homens.

Alguns de vocês podem se perguntar: "Ué, mas uma família de escaladores não tem que ter uma mãe que escala também?!". Na verdade não! A dona Jussara, conhecida por alguns como "Mamusca", se faz presente sempre que possível. De fato ela está nos momentos mais importantes. Em todas as viagens realizadas pela Família Buscapedra lá está ela, aturando nossas reclamações por não conseguirmos a cadena de um boulder ou via; sendo devorada por mosquitos mas sem sair de perto de nós para dar seu habitual incentivo; passando fome e frio nas "furadas"; e é claro, reclamando, afinal, ela além de mãe, é humana nas horas vagas.

Poderia enumerar diversas situações engraçadas, mas esses dias achei uma foto que dispensa legenda. Durante uma climb trip em Salinas - região serrana do estado do RJ -, em 2004, resolvemos fazer umas vias em móvel na Caixinha de Fósforo. E como de costume, lá estava Dona Jussara nos acompanhando em mais uma caminhada. Depois algumas reclamações, chegamos nas vias e, logo, eu, Jorjão (Bob Pai) e o escalador local Sérgio Tartari, começamos a escalar as esportivas tradicionais clássicas de Salinas. Fazia muito frio, mas depois de subir umas vias, a temperatura ficou normal. Foi quando olhamos para baixo e nos deparamos com a seguinte cena:


Pedrinho e Mamusca no maior estilo narcotraficantes. Foi ilário, digno de uma foto para registrar o momento. Isso tudo para vocês terem ideia do frio que fazia e do bom-humor que a Dona Jussara estava. Ela não escala, mas nem por isso deixa de se fazer presente. Mas como eu disse, isso foi apenas uma das mil histórias. Poderia contar sobre o temporal que pegamos em Ubatuba (SP), os quartos mofados de uma pensão na Serra do Cipó (MG), isso sem falar das infinitas vezes que passamos um dia inteiro em falésias e áreas de boulder do Rio e Niterói sem almoçar. Para agradecer esse carinho e ilustrar o sentimento que temos por ela, permito-me apossar de um trecho de um sucesso do tremendão, Erasmo Carlos, fazendo uma pequena modificação:
"'três' homens dependentes e carentes da força da mulher."
Erasmo Carlos - Mulher (Sexo Frágil)
Em nome de todos os "cuecas" da Família, obrigado Mãe.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

100km do Rio 40º


Eric fazendo força no primeiro movimento do projeto "Contorcionista". Foto: Jorge Gomes.

Fugindo do forte calor que tem castigado o Rio nos últimos dias, a Família Buscapedra se dirigiu para o seu QG na região serrana - com excessão do caçula que preferiu ficar em Niterói. Para acabar com a fama de que levávamos chuva para a serra, um bonito sol acompanhou a nossa chegada e ficou por todo o final de semana. Bem verdade que houveram algumas pancadas de chuva, mas só a noite. Mas nada comparado à quantidade de água que castigou a região nas últimas semanas. Um final de semana com chuva a noite e sol durante toda a manhã até o final de tarde só podia proporcionar bons dias de escalada. E foi o que aconteceu.

No sábado de tarde, após o almoço, eu e Jorjão (Bob Pai) partimos para os boulder do Imperador, localizado no bairro do Cônego, em Nova Friburgo - 100km da capital. O local é incrível. Muitos boulders de qualidade. Mas continuo vidrado, obcecado por um em especial: o projeto "Contorcionista". Como já postado aqui em Agosto, o boulder é um projeto hard, que considero um dos boulders mais difíceis que já tentei antes. Acompanhado do campeão estadual do Rio de Janeiro de 2009, Eric Teles, e do amigo Leandro Nogueira (responsáveis pela abertura do boulder), fizemos mais umas tentativas. O dia foi bem produtivo, conseguimos evoluir bem nos movimentos. A saída é bem dificil, mas nada comparado aos três moves seguintes. Uma juntada em um abauladão e depois um movimento para outro abaulado ruim e machuquento. Reforço o que disse há 4 meses atrás, é no mínimo um v10. O boulder é bem difícil.


Caio Gomes preparando para o segundo movimento: a juntada. Foto: Jorge Gomes.

Intensificarei meu treinamento focado nesse boulder e espero não demorar muito para entrar nele de novo. Fica aqui a minha dica: o boulder e o local valem a visita. A cidade fica há duas horas do Rio, pertinho! O clima é ideal e no inverno, quase não precisa de mag. Sem falar que a cidade é linda e ainda tem outra área de escalada fantástica: Furnas do Catete. Local esse que abriga um dos cartões-postais da cidade, a pedra do Cão Sentado.

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Sugestão da Família: Filmes.

Sei que não sou o Rubens Ewald Filho nem, muito menos, o José Wilker, mas aproveitarei o poder que a Web 2.0 me deu - ter um blog - e usarei esse espaço para dar algumas dicas de uns filmes que vi nos últimos dias.


O francês Phillippe Petit atravessando, em 1974, as Torres Gêmeas do WTC, em NY. Foto: Divulgação.

O primeiro é o vencedor do Oscar 2009 de melhor documentário. "O Equilibrista" (Man on Wire) conta a história do francês Phillippe Petit, um equilibrista auto-didata que sonha em atravessar as Torres Gêmeas do World Trade Center, em NY, sobre um cabo-de-aço. O filme mostra algumas façanhas de Phillipppe. Dentre elas, a travessia da Catedral de Notre Dame em Paris e da Ponte da Baía de Sydney, na Austrália. O documentário contém cenas reais misturadas com algumas encenadas por atores mostrando como foi arquitetado o plano de Petit para esticar o cabo no topo do WTC, que diga-se de passagem, parecia impossível. Para os aficcionados por Slackline e Highline, esse filme é uma ótima pedida para criar coragem. E para os que não gostam, vejam! Aposto que começaram a dar valor aqueles malucos que andam sobre fita/corda/cabo.


L.A.P.A um filme de Caví Borges e Emílio Domingos. Uma boa pedida para quem gosta de rap. Foto: Reproducão.

A outra dica também é de um documentário: "L.A.P.A - Um filme sobre o bairro da Lapa! Um filme sobre o rap no Rio!". Para quem gosta de Rap, Hip-Hop, essa é a pedida. O documentário conta a história do bairro boêmio carioca, a Lapa, e junto dele, o surgimento do rap na cidade. Com depoimentos de BNegão, Black Alien, Mc Marechal, dentre outros, diversos temas são abordados: cultura, indústria musical, violência, força de vontade, busca do sucesso e mais. Fica a dica para assistir. No DVD também tem o show feito no teatro Sérgio Porto especialmente para a gravação do documentário. Assista aqui à uma palinha do Marechal destruíndo tudo com o mic na mão.


Na capa do DVD, o highball de Kevin Jorgensen de aproximadamente 15 metros de altura.

Por último, mas não menos importante, é o filme Progression. Sei que parece clichê e dica atrasada - já que uns 80 blogs e sites já falaram sobre ele. Mas para quem viu, sabe que vale a pena dar essa sugestão mais umas 50 vezes. É surreal! Josh Lowell acertou a mão nesse filme. Progession é completo! Tem uma trip de boulder com os jovens Daniel Wood e Paul Robinson junto do veterano e amante de Big Walls, Tommy Caldwell. Tem as insanas vias em livre no El Cap feitas pelo Tommy, é claro. O filme mostra o treino, a frustração e o sucesso dentro dos campeonatos mundiais com o mito Patxi Usobiaga e a jovem Johanna Ernst. No DVD também tem solos, vias de hard grit e highballs suícidas com os novos nomes da escalada esportiva tradicional mundial. Progression apresenta ainda vias esportivas com Adam "Magic" Ondra, Ramon Julian, Daila Ojeda e seu namorado, o fraco, Chris Sharma. O bicho está mais monstro do que nunca! Vale a pena ver esse filme.

Fica a dica desses três filmes. Agora deixa eu ir nessa que ainda tenho que assistir, pela 13º em dois dias, o Progression. Vai que rola uma evolução por osmose. Vai saber, né?

domingo, 8 de novembro de 2009

Reserva do Grajaú: 40ºC.


No último sábado (7), fui com meu Pai, Jorjão, para a Reserva Florestal do Grajaú dar uma escaladinha. Marquei com meu casal preferido -Daniel Lustoza e Camila Porto - 13h no local. Como previsto, eles chegaram bem mais tarde. Mas para minha sorte, enquanto aquecia, encontrei com o André Maluquinho - escalador local responsável pela abertura e evolução da escalada em boulder na cidade do Rio de Janeiro, além de ser o autor do Guia de Boulder do Grajaú. André, pilhado como sempre, me apresentou diversos boulders. Um melhor que o outro. Mas quem conhece o Grája sabe, não se escala muito tempo lá: a rocha castiga! Se não bastasse a rocha castigar, o sol naquele dia resolveu se dividir em mil. Fazia 40º na sombra, no sol era brabo escalar. Mesmo assim, a vontade de subir as pedras era maior. Fui selecionando os melhores boulders que o André me mostrara para entrar. Vou relacionar alguns dos boulders que ele me apresentou no dia:

- Ih Tirou A Árvore, v5 (7c): Segunda repetição. Boulder em regletes pequenos. Três moves. Esperando mais repetições para a confirmação do grau.

- Á Flor da Pele, v8/9 (8c/9a): Não mandei esse, mas para mim, foi o mais maneiro. O André foi o único a mandar e sugeriu o grau para v7 (8b), mas o Daniel Coçada, que não encadenou, sugeriu um grau mais alto. André concordou que o grau possa ser um v8 (8c), podendo chegar a um v9 (9a). Movimento diferente. Uso do joelho para impulsionar para um reglete ruim depois uma blocada forte para um abaulado. Depois faz uma travessia relativamente fácil para a esquerda. 5 estrelas!

- O Lado Negro da Força, v7 (8b): Também não mandei. Lance lindo. Negativão num buração preto com agarrar ruins no início. Bate na virada em um agarrão e toca uma travessia para a esquerda estranha em uns regletinhos e cristais pequenos. Muito gringo esse também.

- Casa da Aranha, v7 (8b): O v7 (8b) mais difícil até hoje para mim. Hard demais! Movimentação em regletes pequenos e machuquentos. Negativão forte com uma virada técnica. Não é bom cair na virada não. A base é ruim. Mas felizmente consegui encadenar esse. Five stars.

- Zebrina, 7a (v3): Lindo boulder. Lance de parede! Tecnic total. Passadas delicadas, subida de pé na mão. Boulder positivo, levemente vertical. Muito bom. Não entrei nesse porque a pele já tava chorando!


Caio Gomes encadenando o "Casa da Aranha" v7 (8b) na Reserva do Grajaú. Foto: Jorge Gomes.

Isso aí não é nem um oitocentos avos da quantidade de boulder que tem no local. É infinito. É absurdo! Lembrando que no sábado (28) haverá uma reunião sobre a criação de uma associação de escaladores da Reserva do Grajaú. Temas como conscientização dos visitantes por parte dos escaladores, éticas locais, dentre outras coisas. Haverá também apresentação de vídeos de escalada nos boulders do local. Vale a pena conferir e dar uma força para o André que tanto se esforça para melhorar o local. Em breve mais notícias.

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Últimas t-shirts da Mr. Rock - Adquira a sua já.


Quem ainda não garantiu a sua t-shirt da Mr. Rock, corra que elas estão acabando. Disponibilizarei neste post os modelos e tamanhos que ainda restam no estoque. Quero agradecer à todos que compraram - e estão comprando -, em especial ao Neudson Aquino, brother do Ceará que está dando uma ajuda na divulgação das vendas em seu blog - Desce Daí Doido!. O dinheiro arrecadado com as vendas das camisas será revertido para ajudar o atleta Caio Gomes nas despesas durante a viagem para o Chile, onde em Março, estará disputando o Máster de Bouldering em Santiago. Segue abaixo a relação:

T-shirts Masculinas:

Escalada Indoor: P e M
Boulder: P e G

T-shirts Femininas (Baby Look)

Escalada Indoor Feminina: P e M
A Montanha Agradece (verde): P
Meninas na Via: P

Lembrando mais uma vez que os pedidos poderão ser feitos pelo blog ou pelo e-mail (caionikiti@ig.com.br). Obrigado pela ajuda galera.

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Familia Buscapedra & Mr. Rock.




Continua a queima de estoque da Mr. Rock. Os pedidos podem ser feitos aqui no blog ou pelo e-mail (caionikiti@ig.com.br). O frete fica por conta do comprador. No post anterior vocês podem conferir as disponibilidades de tamanhos e modelos. Lembrando que os dados do estoque estão atualizados.

Post ao som de Beatles - Help!

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Mr. Rock: QUEIMA TOTAL.


Em parceria com a Família Bucapedra, a Mister Rock está liquidando todo seu estoque até o final do ano. O objetivo dessa queima é arrecadar grana para ajudar a financiar a viagem do atleta Caio Gomes para disputar o Máster de Bouldering do Chile, que será realizado em Março de 2010 em Santiago. Todas as camisas de malha estarão sendo vendidas a partir de hoje por R$10 (dez reais). Os pedidos deverão ser feitos pelo e-mail: caionikiti@ig.com.br ou aqui mesmo pelo blog. Lembrando que a taxa de envio fica por conta do comprador. Confira abaixo os modelos disponiveis no estoque:

T-shirts Masculinas


Modelo: Escalada Indoor. Disponíveis: P e M


Modelo: Are You Nut?. Disponíveis: M


Modelo: Cume Mister Rock. Indisponível.


Modelo: Boulder: What's the Problem?. Disponíveis: P , M e G

T-shirts Femininas (Baby-Look)


Modelo: Meninas na Via. Disponíveis: P, M e G

Modelo: A Montanha Agradece. Disponíveis: P e M


Modelo: Escalada Indoor Feminina. Disponíveis: P, M e G

Climb Trip III: Itajubá (MG).


Um dos blocos do Sítio Paraíso, conhecido pelos escaladores como "Paraíso dos Bordis". Foto: Camilla Porto.

Mais uma Climb Trip realizada no Brasil com o casal Daniel Lustoza - que estava com pé torcido - e Camillinha Porto. Como vocês puderam ver no post anterior, o local escolhido dessa vez foi a cidade de Itajubá, no sul do estado das Minas Gerais. Chegamos na cidade na sexta-feira (23) a noite e já nos dirigimos à academia Triboo em busca de mais informações sobre os boulders da região. Depois de pegarmos todos os betas sobre os boulders, partimos para o Novo Hotel - onde nos hospedamos durante toda trip. Na manhã do sábado (24), acordamos cedo e depois de um café-da-manhã reforçado fomos para o Sítio Paraíso, conhecido pelos escaladores como "Paraíso dos Bordis".

Paraíso dos Bordis

O que impressiona à primeira vista é a infra-estrutura e a receptividade do caseiro Zé Célio. De acordo com outros escaladores, a cordialidade se estende também ao proprietário do sítio, o Sr. Wander Machado, que infelizmente, não estava no local no dia. As pombas que dão cambalhotas, o pavão e a pavoa, os cães e as galinhas dão um toque exótico ao local. Os boulders do local são bem legais. Confesso que esperava mais dos boulders de lá. Mas acho que vale uma visita ao local. Não houve muitas cadenas, mas a Camilla mandou o boulder "45" v3, e o Dani com o pé ruim ficou com receio de realizar os domínios e alguns movimentos que forçavam o pé direito. Destaque para os mais legais que eu encadenei no local:

- Psyco, v10
- Matrix, v6
- Febre Reumática, v5
- Cavernoso (extension), v5


Caio Gomes no move inical do boulder "Febre Reumática" v5. Foto: Camilla Porto.

Na volta do Sítio Paraíso passeamos pela cidade em busca de um lanche pós-climb. Para nossa sorte, paramos no Cesar Burger. O estabelecimento se destaca pela educação dos funcionários. O baixo preço é um susto para quem sai das metrópoles. Por menos de R$5,00 você consome dois salgados assados com um suco de frutas de 500mL. No final da tarde, mais uma vez, nos dirigimos à Triboo para mais informações, desta vez, sobre os boulders da Piedade - local que conhecemos na manhã de domingo (25).

Pedra da Piedade

Após uma caminhadinha de 20 minutinhos chegamos no boulder "Bacalhau" V5, localizado no primeiro e único bloco que escalamos no local. Eu fui o primeiro a encadenar o boulder, logo em seguida, Camillinha também mandou. Por último, foi a vez do Dani encadenar o "Bacalhau". O local não é indicado para conhecer sem um escalador local. É muito difícil encontrar os boulders. Quando finalmente encontrávamos, estavam em péssimo estado. Foi o caso do "Sapatilhas da Humildade" v8, que tinha casas de marimbondos em suas agarras. O meu objetivo nesta viagem era trabalhar o boulder "Tubarão" V12. Mas se quer, eu encontrei os boulder. Foi visível a preferência dos escaladores locais por vias e não por boulders. Mas achei que falta um pouco de compromisso com a manutenção dos blocos por parte da galera de lá. Com a má conservação dos problemas, o local não valeu a visita. E até o problema dos marimbondos e da má conservação/sinalização da trilha não recomendo o local para os que querem fazer boulders.

Num apanhado geral, a viagem foi legal para trocar uma ideia com os escaladores do locais. A galera de Itajubá é muito receptiva e educada. Os escaladores locais são fortes. Pude conhecer na Triboo, o Reinis Osis e o Jairo Maxisuel - que atualmente se dedicam à vias. Agradeço a receptividade da galera. 

Dicas: 
Estadia: Novo Hotel (atrás da Rodoviária da cidade) - diária: R$30 + café-da-manhã
Alimentação:
- Lanches: César Burger (Rua Cel. Renno, 117)
- Almoço/Jantar: Costela no Bafo (próximo à Rodoviária)

Post ao som de Bob Marley - So Jah Seh.