sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

No estaleiro e em tratamento intensivo.


Todos conhecem a Lei de Murphy que diz que "se algo tem chance de dar errado, dará errado", não é? Agora, poucos conhecem a Lei de Clark. Pensem num cabra pessimista, pois então! A Lei desse malandro aí diz simplesmente que "Murphy era muito otimista". Mas vocês devem estar se perguntando: o que pode ser pior do que o pão cair com a parte da manteiga para baixo? Acreditem se quiser, tem coisa pior. Sem dúvida alguma, o tal Clark ficaria muito orgulhoso do meu caso. No treino da última quarta-feira (20) no Escalada Indoor Icaraí, enquanto estava para encadenar um boulder hard que vinha trabalhando no muro, ouvi um estalo vindo da mão seguido de um puxão que começou na base do dedo médio (o famoso "dedo feio") e só terminou no final do antebraço, próximo do cotovelo. O som do estalo foi desesperador. Já corri para colocar gelo e mobilizar. Foi difícil pegar no sono aquela noite. Só pensava no campeonato de Santiago em Março (em breve post da chamada do campeonato).

Os tratamentos à base de Tiger Balm, moxa, Anti-inflamatório e imobilizações já começaram. Foto: Pedro Gomes.

Na manhã da quinta-feira (21) me dirigi, bem cedo, à clínica Arto Ortopedia e Traumatologia - em Niterói (RJ) -, para saber o que de fato tinha acontecido no dia anterior. Após o raio-x, o médico ortopedista Alexandre Mendes Lopes, realizou um pré-diagnóstico dizendo que poderia ser um estiramento ou uma ruptura parcial. Todavia, para uma melhor diagnostificação, o médico pediu um ultra-som. Pronto! Mais uma noite sem dormir direito. Às 10h40 da manhã desta sexta-feira, lá estava em na sala de espera para fazer a ultra. A médica que realizou o exame, Sônia M. T. da Silveira, disse que com a ultra é possível que sejam descartadas as duas possibilidades dadas antes pelo ortopedista. E de acordo com ela, o tendão do dedo médio está o dobro dos tendões do dedo ao lado.  Ainda segundo Sônia, a lesão pode ser também uma inflamação. 

Independente de diagnóstico, os tratamentos já começaram. Já estou iniciando minha recuperação à base de muita moxa, tiger balm, anti-inflamatórios (comprado com prescrição médica), imobilização e muito pensamento positivo. No sábado (23), começam também o tratamento intensivo no Instituto Kioshi & Makoto Terapias Orientais. Quero ouvir a terceira opinião, desta vez, do Professor Kioshi Kikuti. Postarei mais notícias assim que sair da consulta com o Professor e tiver mais informações sobre a gravidade da lesão. Boas vibrações e energias positivas!

5 comentários:

Claudio disse...

Caraca Caio!! Melhora aí man... fica tranquilo! Gelo gelo gelo! Paciência.. é fácil falar, mas tenho certeza que tu vai voltar mais forte ainda... gde abraço

Antonio disse...

Cuida disso ae.... muito gelooo...e muita disciplina p ficar 100% !
abs

luana disse...

Nossa!!! melhoras aí Caio...o remédio é muito repouso e muito gelo...tenha paciência...q vc vai ficar 100%
Bjo

Daniel disse...

Ih maluco! rs Melhoras rapá... não há de ser nada...

Patrícia disse...

É isso aí!!
Olha a corrente positiva na área!!
Boas vibrações são tudo!!
Kioshi e paciência!!
Bjinhos,
Patty.
Abraços,
Tchumbs.